Praga: onde se hospedar?

Praga: onde se hospedar?

22 de julho de 2020 0 Por Carolina Magno

Antes de mais nada, preciso te explicar como Praga é dividida. Depois disso, fica mais fácil de escolher onde se hospedar.

Como você pode ver no mapa ao lado, Praga é dividida em 22 distritos, cada um com uma numeração (Praga 1, Praga 2, Praga 3, e assim sucessivamente). O centrinho histórico está nos distritos 1 e 2.

Mesmo estando fora da zona turística, você não precisa deixar de fora de suas pesquisas os distritos 3, 5, 7, 8 e 10. Cada um deles tem, pelo menos, um bairro interessante como opção de hospedagem.

Agora que você já sabe como a cidade é dividida, vou te falar um pouquinho mais sobre alguns desses distritos, pra não ter erro na hora de escolher onde ficar!

Praga 1

Se quiser ficar pertinho das atrações turísticas, essa é a melhor área para se hospedar. Mas, por ser muito procurada pelos turistas, talvez você não encontre ofertas muito boas. Ficando aqui, você poderá fazer (quase) tudo a pé.

É nessa área que você vai encontrar as vielas medievais, o bairro judaico, o Castelo de Praga e a Charles Bridge.

Staré Město (Cidade Velha): coração da cidade. Por ter um alto fluxo de turistas, se você estiver procurando mais sossego, procure evitar esta região. Mas se o que procura é localização, é aqui que deverá ficar!

Quando visitei a cidade, fiquei hospedada no hotel Prague Inn. Ele fica pertinho de muitos restaurantes e lojas, e ao lado da estação de metro que leva direto ao aeroporto. Está a 400m da praça central, e você conseguirá fazer praticamente tudo a pé. O hotel é muito confortável, o quarto é bem espaçoso, o banheiro é grande, e a diária em um quarto duplo sai em torno de R$ 345,00 (1.500CZK).

Hotel Prague Inn (fonte: Booking.com)

Nové Město (Cidade Nova): mais nova e maior das regiões que formam o centro histórico. O centro da Cidade Nova é na Praça Venceslau (Václavské Náměstí). É uma longa praça linear que liga a Cidade Velha num extremo, ao Museu Nacional de Praga no outro.

O Museu Nacional é uma das atrações principais dessa área, e a Casa Dançante também fica bem pertinho. Aqui, o quesito localização continua muito bom.

Malá Strana: área que fica entre a Charles Bridge e o Castelo de Praga (do outro lado do rio Moldava). A Igreja de São Nicolau de Mira e o Palácio Wallenstein são algumas das atrações desse bairro.

É a área com a melhor relação beleza x sossego. O ideal é ficar nas partes mais planas do bairro, evitando o sobe-desce do morro.

Praga 8

Distrito localizado fora do centro histórico, mas a uma curta distância utilizando o transporte público.

Karlín: bairro que sofreu com uma grande inundação em 2002 (enchente do rio Vltava), resultando em sua revitalização completa após isso.

Ótimo bairro para quem desejar se hospedar em uma área mais tranquila, não deixando de ter boas opções de cafés e restaurantes. Para ir ao centro da cidade, basta pegar a linha amarela B em Křižíkova (de três a quatro estações até o centro histórico).

Espero que tenham gostado dessas dicas! Nos vemos no nosso próximo post!

Nunca se esqueça de que, antes de qualquer viagem (nacional ou internacional), você deve sempre contratar um bom seguro viagem. E para isso, tenho aqui um ótimo desconto para você contratar o seu! Basta acessar este link: https://bit.ly/seguro-viagem-promo

photo credit: rboed Prague: Old Town Hall at Night via photopin (license)